Por que o BDI é tão importante em um orçamento na construção civil?

Para fazer uma obra, todo o seu fluxo financeiro precisa ser calculado de forma exata. Afinal, se o custo ultrapassar o orçamento, a empresa pode ter alguns – vários – problemas com o cliente. E sem contar que um dos dois, pelo menos, vai sofrer com prejuízos.

Por isso, os engenheiros criaram uma “fórmula” para calcular esse fluxo da melhor maneira possível, sem que haja erros, chamada BDI. Mas existem muitas pessoas que ainda não conhecem este conceito.

Pensando nisso, separamos alguns tópicos importantes sobre o BDI. Confira, abaixo:

O que é BDI?

Como dito antes, Benefícios e Despesas Indiretas (BDI) é a fórmula inventada por engenheiros civis para calcular com exatidão os custos de uma obra.

Contudo, muitas pessoas, não só no Brasil, como em todo o mundo, ainda não entendem direito o que é o BDI e acabam achando que se trata apenas do lucro.

Em um orçamento, são dois os componentes que vão definir seu valor final:

– Custo direto, que é o qual a execução do serviço objeto do orçamento é responsável;

– Custos indiretos, também chamado de BDI, são os valores que contribuem para a formação do custo total, mesmo não sendo incorporados naquele produto final.

De origem norte-americana, o BDI é conhecido e utilizado no mundo inteiro. Ele diz respeito à diferença entre o orçamento e o faturamento, por isso precisa contar com:

– Margem de incerteza;

– Custos financeiros;

– Seguros;

– Administração central;

– Tributos;

– Margem bruta de contribuição;

– Contribuição social.

 

Como usar o BDI?
Caso você queira utilizar o BDI na sua construção, é importante seguir a fórmula estabelecida pelo Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos (IBEC). Seria ela:

BDI = { [ ( 1 + AC + CF + S + G + MI ) / ( 1 – T + MBC ) ] – 1} x 100

Assim, tendo isso em vista, o AC é o valor da Administração Central, o CF seria o Custo Financeiro, S seriam os Seguros previstos, G equivaleria às Garantias, MI é a Margem de Incerteza, calculada apenas pelas contratantes, T são os Tributos Municipais, Estaduais e Federais, e MBC seria a Margem Bruta de Contribuição.

Dessa forma, uma vez que este valor seja encontrado e precise ser aplicado em um orçamento, basta aplicar uma nova fórmula:

Preço de Venda = Custo Direto x (1 + BDI/100)

 

Por que o BDI é tão importante em um orçamento na Construção Civil?
O BDI é mais do que necessário na hora de fechar o valor total. Simplesmente porque garante exatidão no cálculo e, assim, evita prejuízo tanto para a empresa quanto para o cliente.

Muitas vezes, as pessoas estão com o orçamento apertado e não podem gastar nem um real a mais, e é aí que o BDI entra e ajuda os funcionários a manterem esse valor no final.

Obter esses valores sobre custo, lucro etc. é um fator de extrema importância para qualquer empreendimento, seja público ou privado. E elaborar todos esses custos também requer eficiência e um nível de excelência, o qual pode ser aumentado devido ao BDI.

 

Precisa de consultoria?

Quer implementar o BDI no seu orçamento, mas está passando por dificuldades? Fale com nossa equipe!